[Resenha] As Crônicas de Nárnia: A Última Batalha – C.S. Lewis



Então aqui estamos nós, no último mês do ano de 2019, a quase um passo pra 2020. Com isso a nossa última resenha, e eu espero que cada uma delas venha reforçar a vontade de ler esse livro, não superficialmente, mas à luz da Bíblia, de maneira que cada aprendizado retido, seja uma lição de vida pra nós, afinal, Deus está sempre nos ensinando, cabe a nós ouvi -Lo, pois há lição até mesmo nos Seus silêncios. Nosso Amado é Bom ❤

Vamos a resenha  💜

Existia em Nárnia um macaco chamado Manhoso e seu amigo, um burro chamado Confuso. O macaco sempre querendo tirar proveito, sempre pede que o burro Confuso vá a cidade da Carlormânia para trazer-lhe as melhores bananas. Num dia, eles vêem num rio uma capa dourada, mas que na verdade era a pele de um leão, e após a lábia do macaco, Confuso vai por fim buscar aquela coisa dourada, até que se comprova o que de fato ela era, mas não foi fácil para o burro buscar, pois o rio estava agitado.

O macaco teve uma ideia... Fazer com que o burro Confuso se passasse por Aslam para obter benefícios dos narnianos, sendo que o macaco seria o mais beneficiado disso. Tornando esse plano realidade o mais rápido que ele conseguiu, passando-se então por "porta-voz de Aslam."

Nárnia tinha um rei chamado Tirian que estava em suas caçadas com seu amigo, até que ambos ouvem um barulho diferente, junto com um recado de uma dríade que estava morrendo, dizendo para salvá-las. O rei ouvindo aquilo, e sem ter pensado muito, vai direto para onde vinha o barulho se deparando então com calormanios, pois além do plano do macaco e do burro Confuso que era apenas seu objeto, o macaco também havia feito aliança com eles como se fosse Aslam, estes sabiam quem o macaco era, tornando-se então que a floresta de Nárnia, perto do Ermo do Lampião, estava sendo desmatada, e quem acompanhou as resenhas ou já leu o livro ou o filme, já sabem que as árvores não eram comuns.

O rei então é capturado pelos calormanios, sendo colocado numa estaca que ficava na floresta. Pedindo ajuda a Aslam, e também relembrando sobre a Idade do Ouro que houve em Nárnia, se recordando do rei Pedro, rei Edmundo, rainha Suzana e rainha Lúcia e das muitas histórias que se ouviam a respeito deles, de como Aslam os trouxera mesmo sendo de outro mundo, chama-lhes por ajuda, pegando-se então no sono. Então, ele tem um sonho onde os reis e a rainha Lúcia e mais duas pessoas estavam numa mesa fazendo a refeição, estavam com eles Digory e Polly, ambos da primeira história, esses acompanharam como Nárnia havia sido criada. E após um acidente de trem na estação, Eustáquio e Jill vão para ajudá-lo.

Enquanto isso, o macaco continuava enganando os narnianos e inventou que Aslam era Tash e Tash era Aslam, o que era uma grande mentira, e tratava o burro como se fosse apenas uma moeda de troca, também dizia coisas que faziam os narnianos desacreditarem nas bonitas histórias da bondade de Aslam, tornando-se então o trabalho ainda maior para os que estavam ao lado do Verdadeiro Aslam.

Após várias acontecimentos (Porque não vou dar spoiler, porque essa parte é de muito suspense kkkk), Aslam retorna a Nárnia, mas para retribuir o que cada um fizera, pois cada ação resulta numa reação, assim como cada semeadura, resulta numa colheita. Cada um recebeu o que lhes cabia, uns para vida, outros para morte.

Então por fim, Aslam acaba com aquela Nárnia, põe um fim a ela, pois por mais bela que ela fosse ainda havia uma Nárnia jamais habitada, onde esse tempo todo que Aslam esteve fora, Ele a estava construindo, pois era melhor e mais bela do que qualquer coisa que eles tivessem visto.
Com eles, estavam todos os reis e rainhas de Nárnia, bem como todos os que estavam ao lado de Aslan durante sua jornada, todos aqueles que acreditavam na Bondade de Aslam e que dedicaram suas vidas a serem pessoas que queriam e que estavam ao Seu lado, pessoas de todos as épocas  de Nárnia.

A Última Batalha nos lembra de que realmente haverá uma (Ap 16: 14-21), e que nossa vida precisa estar a disponibilidade de Deus. Não há nada que façamos nessa vida que Deus não há de compensar na vindoura. Nos lembra de que não somos pertencentes daqui. 

Muitos perguntam: Se Jesus veio realmente a Terra, então por que Ele não retorna?" Mas a verdade é que Ele disse que voltaria ao Pai e nos prepararia Moradas, e que voltaria quando tivesse terminado (Jo 14: 1-3). Ele não se ausentou, nos deixou como o maior Presente o Consolador, o Espírito Santo, nos garantindo que nunca estaríamos só, pois é como Ele é, também é Deus (Jo 14:16-18).

E que com essa história nos lembremos que vai haver um ponto final na História, mas para aqueles que vivem em Cristo haverá um parágrafo muito melhor escrito pelo Perfeito Escritor. E para aqueles que não estão em Cristo, ainda há tempo. JESUS ESTÁ VOLTANDO, essa promessa é Real, Ele te ama e foi preparar morada pra você, mas e nós, realmente queremos e estamos nos preparando seguindo as orientações do Espírito Santo para morar com Ele? 
Ainda dá tempo, Jesus ama você. 

Diga sim a Jesus, diga sim a Aslam. Ele é o Grande Leão da Tribo de Judá.



0 comentários:

Postar um comentário

My Instagram